Como o programa eb-5 funciona

O Congresso dos EUA criou o programa de vistos para imigrantes investidores EB-5 em 1990, para atrair capital de investimento estrangeiro aos EUA e reforçar a criação de empregos domésticos. A fim de atrair tal capital, investidores recebem um status condicional de residentes permanentes (geralmente conhecido como Green Card), que depois torna-se incondicional caso o mínimo requerido de dez empregos domésticos for criado e mantido durante o período de residência condicional.

Outros requisitos-chave do programa EB-5 são de que a empresa esteja localizada em uma “Zona de Emprego Alvo” (definida como uma localidade com mais de 150% da taxa de desemprego nacional); e que o capital investido seja “capital de risco” antes da remoção das condições de imigração (quando o formulário I-829 é avaliado e concluído positivamente).

No início do programa, muitos projetos de investimento tiveram dificuldades em cumprir a exigência de criação de empregos diretos. Em resposta, o Congresso instituiu o programa de Centros Regionais, em 1992, o que permitiu que um patrocinador de investimento se tornasse qualificado como um Centro Regional. O principal benefício desta qualificação era que projetos patrocinados pelo Centro Regional podiam contabilizar tanto postos de trabalho criados indiretamente, como diretamente.

Projetos autônomos são geralmente superiores em relação aos projetos patrocinados por Centros Regionais em vários aspectos relevantes. Em primeiro lugar, o tempo de processamento das candidaturas ao EB-5 pode ser significantemente mais curto, pois projetos autônomos são considerados prioritários.

Serviços de Cidadania Americana e Imigração (USCIS)

Desde dezembro de 2014, o USCIS leva em média 14,8 meses para processar pedidos de imigração EB-5, com a maioria dos profissionais da área relatando que petições através de Centros Regionais levam mais de um ano, em comparação com 4-8 meses para os projetos autônomos (stand-alone). Atrasos em candidaturas através de Centros Regionais podem aumentar, já que o USCIS prevê um crescimento contínuo no número de pedidos enviados através de Centros Regionais.

Em segundo lugar, os patrocinadores de projetos autônomos também evitam o longo e caro processo de aprovação por parte do centro regional. O benefício direto ao investidor EB-5 é que patrocinadores de projetos autônomos podem repassar essa economia na forma de retornos mais elevados. Por exemplo, os retornos típicos para investidores em centros regionais podem ser tão baixos quanto 1%, em comparação com investimentos diretos, que frequentemente têm retornos muito maiores.

39%
Crescimento anual médio no número de candidaturas EB-5 desde 2006.

Uso Total de Vistos EB-5 por Ano

Disponibilidade 10000